Login  Associe-se  Contato
Notícias
TSE participa do maior evento de segurança da informação da América Latina

Representante do Tribunal, Rodrigo Coimbra falou sobre o valor do Teste Público de Segurança (TPS), que terá a sexta edição em novembro.

15/09/21 11:23

Rodrigo Coimbra, chefe da Seção de Voto Informatizado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), participou nesta terça-feira (14) do Mind The Sec 2021, maior encontro corporativo de segurança da informação e cyber security da América Latina. Durante trinta minutos, Coimbra abordou diversas questões ligadas ao Teste Público de Segurança (TPS) do Sistema Eletrônico de Votação, realizado desde 2009 e que neste ano entra na sexta edição, que ocorrerá de 22 a 26 de novembro em ambiente próprio na sede do TSE, em Brasília.

A fala de Coimbra foi dividida em quatro partes, com a apresentação do que é o TPS, como era o sistema de votação antes do Teste Público, o TPS ao longo do tempo e as principais inovações obtidas com o evento.

Ao explicar para a plateia virtual o que é o TPS, Coimbra disse se tratar da avaliação de segurança dos sistemas eleitorais feita pela sociedade e que o teste reforça a transparência e a auditabilidade dos sistemas eleitorais, sendo “um momento importante de demonstração de maturidade e confiabilidade dos sistemas”, afirmou.

Sistema fortalecido

Segundo ele, ao longo de cinco edições (2009, 2012, 2016, 2017 e 2019), o sistema de votação tem se fortalecido e todos os testes contribuíram para a evolução do hardware e do software da urna eletrônica.

Coimbra lembrou que, antes da implementação do TPS por meio da Resolução TSE n° 23.444/2015, o sistema era avaliado internamente pela própria equipe, em parceria com o Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer, com a análise de segurança do software. Em 2009, ano de realização do primeiro teste, foi desenvolvida uma nova plataforma de hardware.

O chefe da Seção de Voto Informatizado do TSE apresentou o histórico de evolução dos testes e explicou como a Corte Eleitoral respondeu a eventuais vulnerabilidades encontradas pelos investigadores em pontos do sistema.

“O TPS é fundamental para o aprimoramento da democracia. A partir dele é possível garantir que teremos eleições com um software cada vez mais seguro e moderno, uma vez que sempre respondemos com soluções efetivas e robustas aos ataques realizados com sucesso”, destacou ele.

Convite

No final, Rodrigo Coimbra se despediu com o convite para que todos participem do TPS 2021. “Nós do TSE estamos preparados para receber os participantes e ouvintes com atenção, dedicação e carinho. Contamos com o apoio de todos vocês para continuarmos a fazer as maiores evoluções nos sistemas eleitorais. Se animem e venham para o TSE”, reforçou.

As pré-inscrições para o TPS 2021, no qual podem participar pessoas físicas e jurídicas, estão abertas até o dia 29 de setembro. Nesta sexta edição, o TSE permitirá até 15 inscrições, individuais ou compostas por grupos de investigadores integrados por até cinco pessoas.



Fonte: TSE
Acessos: 31

Leia também